VÍDEOS PERTINENTES

Loading...

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

Será que ainda tem mais?

 Mais uma denúncia contra o prefeito de Sarandi, Carlos Alberto de Paula Júnior, foi feita ao Ministério Público.
O depoimento do servidor municipal, Sergio Pereira Santos, ao MP, foi divulgado com exclusividade pelo Jornal O Reporter Regional, Santos confirma que realizou serviços particulares ao prefeito Carlos de Paula de 2010 a 2012.
O depoente confirmou que logo após De Paula assumir o cargo de prefeito, assumiu o cargo de assessor para assuntos comunitários, Santos já era funcionário concursado e exercia até então a função de motorista da prefeitura. No mês de outubro de 2011, Santos passou a ocupar o cargo de assessor do chefe de gabinete do prefeito, mas desde a sua primeira transferência, sempre prestou serviços particulares e pessoais durante o horário de trabalho ao prefeito Carlos Alberto de Paula Júnior, que sempre ordenava que o declarante realizasse serviços bancários variados, como o pagamento de boletos e contas pessoais, busca e entrega de documentos, além de busca de produtos em lojas de material de construção para serem utilizados em obras particulares do prefeito.
Sergio Pereira Santos confirma que trabalhou para De Paula em obras de construção de 3 casas no Parque Residencial Portal das Torres em Maringa, de propriedade do prefeito de Sarandi, Santos ainda confirma o transporte de mais 3 pedreiros para as obras utilizando um veículo VW/Gol, entre os meses de maio de 2010 a dezembro de 2011, de placas AQU-4638, do município de Sarandi.


O funcionário municipal ainda reafirma que o veiculo ficava sempre a sua disposição, e que também o utilizou no inicio do ano de 2012, de fevereiro até junho, para novamente realizar o transporte dos mesmos pedreiros para uma outra obra de propriedade do prefeito Carlos de Paula, localizada  na esquina das ruas Pioneiro Alexandre Mem e Florianópolis no Parque Residêncial Cidade Nova em Maringa.
Na sua declaração espontânea ao MP de Sarandi, Santos diz ter sido transferido do cargo de assessor para assuntos comunitários para assessor de chefe de gabinete em 2011, justamente para que tivesse mais tempo livre para se dedicar aos assuntos e tarefas determinadas pelo prefeito.
Carlos Alberto de Paula Júnior continua afastado da chefia do executivo municipal de Sarandi desde o dia 28 de janeiro, após acatar a solicitação do GAECO o Tribunal de Justiça determinou o seu afastamento, no pedido do Grupo de Atuação Especial ao Crime Organizado ainda havia o pedido de prisão contra De Paula por conta de suspeitas na participação em irregularidades nas licitações da Secretaria Municipal de Educação. A Operação Quadro Negro foi desencadeada pelo GAECO em algumas cidades do Paraná.
fonte: http://www.maringamanchete.com.br/2010/index.php?option=com_content&view=article&id=5652:servidor-denuncia-prefeito-de-sarandi&catid=54:denuncia&Itemid=98

Nenhum comentário:

Postar um comentário